RELACIONAMENTO ABUSIVO:
Como identificar e resolver? 

Diferentemente do que muitos pensam estar em um relacionamento abusivo e identificar que se está passando por uma situação assim, não é algo tão fácil. Levando em consideração alguns fatores sociais, acredita-se que haja uma maior tendência de o homem ser o que subjuga a mulher. No entanto, pode ocorrer o inverso, assim como também entre casais homossexuais ou a possibilidade de ambos serem abusivos entre si. 

Mais difícil do que perceber que se está em um relacionamento abusivo, talvez seja entender como sair de um. As pessoas que entram e permanecem num relacionamento assim, normalmente o fazem pela fragilidade de sua estrutura e só conseguem se libertar, quando buscam ajuda. A falta de conhecimento sobre o tema pode fazer parecer com que não haja solução. Ter o entendimento do que é uma relação abusiva, é imprescindível para enfrentar este tipo de adversidade. Portanto, compreenda: um relacionamento é tido como abusivo quando uma das partes pratica abusos, enquanto a outra é submetida. 

Dentre as características mais comuns deste tipo de relação, estão o controle, ciúmes, agressão, pequenas humilhações e desentendimentos constantes (que nunca são culpa dele/a). Alguns pensamentos, tais como: "toda relação é assim mesmo", "tenho minha parcela de culpa", "eu vou mudar o outro", "não posso acabar com minha família", ou "todos vão me julgar", podem contribuir para a permanência nesta complicada situação. 

Como entender a mente do/a parceiro/a abusivo/a e identificar um relacionamento assim? 

Na maioria dos casos, o/a parceiro/a abusivo/a apresenta uma estrutura psíquica frágil e teme o tempo todo ser enganado/a, traído/a ou derrotado/a pelo outro. Geralmente, são pessoas que: 

- tem ciúmes de todos, mesmo de amigos e parentes e demonstram isso de forma constrangedora;

- apresentam comportamento controlador (monitorando passos, gastos, compromissos); 

- afastam das amizades (mesmo que seja de pessoas da família); 

- mostram um comportamento explosivo, mas que no momento seguinte pode se tornar arrependido e extremamente carinhoso; 

- justificam seus erros de forma a transferir a culpa para você ou para o outro;

- transformam as situações de maneira a beneficiar sempre sua própria vontade;

- podem culpar o álcool ou as drogas pela agressividade desmedida e maus tratos;

- fazem promessas de mudanças que jamais vão cumprir;

- podem passar dias sem falar com o outro, dormindo separado ou negando sexo, etc. 

Esteja atento a esses sinais e excessos, principalmente, em relação ao controle, possessividade, violência e agressividade. Questione se tais atitudes têm lhe causado desconforto ou mal estar e não evite em buscar ajuda. Um relacionamento abusivo também pode ser percebido do ponto de vista de quem comete os abusos e não necessariamente de quem sofre. Não esqueça que também há a possibilidade de ambos estarem cometendo abusos um contra o outro e inicialmente sequer se dão conta. 

Como lidar com um relacionamento abusivo? 

O apoio familiar, de amigos e conhecidos é essencial, pois pessoas nessa situação vêm de uma relação de sofrimento, desgastada, rompida e é muito importante que possam criar ou fortalecer laços sociais. Assim, podem se sentir mais seguras, ouvidas e acolhidas. Busque ajuda e/ou apoio especializado (psicológico e em determinados casos, apoio jurídico). 

As principais dificuldades para enfrentar essa situação costumam ser a insegurança, incerteza diante do que virá, o medo de ficar desamparado e sozinho, crença de que não conseguirá se restabelecer e seguir em frente. Também há questões legais, jurídicas e o desgaste relacionado ao tempo e à burocracia, assim como falta de conhecimento por parte das vítimas sobre o que ocorre, por exemplo, entre uma denúncia e a sentença. Dificuldades econômicas também devem ser consideradas, principalmente quando a vítima depende do parceiro, porém, é essencial que a pessoa não desista de buscar ajuda e encontre o apoio das pessoas mais próximas a sua vida para enfrentar essa situação. 

Para ver mais textos, acompanhar outras informações, esclarecer dúvidas ou agendar um horário, acesse: https://www.facebook.com/psicologamaiaracastrodefreitas/.

Leitores no Site

O Blog no Facebook

Seguir por email

Vereador Eleito - Gestão 2017-2020

Vereador Eleito - Gestão 2017-2020

Rafael Nemitz Eventos

Rafael Nemitz Eventos

Refrigeração Sfredo em Santiago!

Refrigeração Sfredo em Santiago!

Plaksul Toldos e Coberturas

Plaksul Toldos e Coberturas

Sifra Consórcios em Santiago!

Sifra Consórcios em Santiago!

Confecção e venda de Artesanatos

Confecção e venda de Artesanatos
Na Benjamin Constant, em frente a Rádio Santiago

Sorrifácil Santiago

Life Clínica Médica e Estética em Santiago!

Life Clínica Médica e Estética em Santiago!

Xeque Mate Monitoramento e Segurança

Xeque Mate Monitoramento e Segurança

Educação Infantil é na Escológica!

Educação Infantil é na Escológica!

O Blog Recomenda: Ford Superauto de Santiago

O Blog Recomenda: Ford Superauto de Santiago

Advocacia de Qualidade!

Advocacia de Qualidade!

Cirurgião Dentista Dr. Matheus Christofari

Cirurgião Dentista Dr. Matheus Christofari

Lopes Segurança!

Lopes Segurança!

Psicóloga Maiara Castro de Freitas

Psicóloga Maiara Castro de Freitas

Madalosso Gás e Água

Fisioterapia

Fisioterapia

Contabilidade de Qualidade!

Contabilidade de Qualidade!

Telhas Marian em Jaguari!

Telhas Marian em Jaguari!

Advocacia Bianca Piveta/Santiago-RS

Advocacia Bianca Piveta/Santiago-RS

Culinária Japonesa em Santiago

Culinária Japonesa em Santiago
Cardápio disponível ao CLICAR NO ANÚNCIO!

Fasp Art Alimentos, Buffet e Decoração

Fasp Art Alimentos, Buffet e Decoração

Previne Cursos e Treinamentos

Previne Cursos e Treinamentos

Farmácia Agafarma em Santiago!

Farmácia Agafarma em Santiago!

Pague menos no seu lanche com Delivery In Box

Pague menos no seu lanche com Delivery In Box
CLIQUE NA IMAGEM PARA IR ATÉ O SITE

Mestre Mania Viandas!

Mestre Mania Viandas!

O Blog Recomenda!

O Blog Recomenda!
Atende toda região!

Mais Lidos da semana

Mais lidas nos últimos 30 dias

Todas as postagens do Blog