21 de maio de 2020. 

Carta de Repúdio e Solidariedade aos Cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras. 

Prezados Senhores e Senhoras:

As mães de Cadetes da gloriosa Academia Militar, vem, respeitosamente repudiar veemente a forma discriminatória, estapafúrdia, esdrúxula, debochada, com um certo desdenho e inescrupulosa, publicada na rede social pela Nova Pauta através do endereço eletrônico: 


Onde na matéria ora veiculada, informa: Abriram as “porteiras da AMAN” e a região recebe dezenas de cadetes... 

Oras, veicular em redes sociais que o “Portão Monumental da AMAN é uma Porteira”, este realmente foi o intuito desta reportagem maledicente? Pois foi o que soou aos olhos de seus familiares. 

Exalta-se nesta que, alguns destes cadetes ao ingressarem na EsPCEx nem atingiram a sua maioridade, seus familiares viram seus filhos, se preparar, perdendo noites de sono, com garra e determinação a finco para ingressarem em uma instituição RENOMADA, através de concurso, realizando então seus respectivos sonhos. 

Talvez não conheçam o significado do PORTÃO para cada Militar que por ali passou, deixando seus suores, suas lágrimas, seus medos, suas angústias, as saudades de seus familiares. Ah, se realmente conhecessem não atormentariam o coração de várias mães 

São quase cinco anos longe de suas famílias, outros com menos tempo ainda, os Militares mais velhos, talvez saudosos da época da caserna, ali é a nova morada de cada um. AMAN, caserna bem respeitada por eles e por muitos, é o sonho de muitos que lá não conseguiram adentrar ou seguir carreira. 

Quantos prantos, angústias e choros tiveram ao saber que mais um irmão de farda partiu, desistiu, não conseguiu, não concluiu seu sonho? 

Os Srs (as) saberiam nos responder, o que é perder uma pessoa que não seja de seus elos familiares, mas sim um estranho, que passa a conviver com vocês 24 hs por dia ao seu lado, confidenciando histórias, rindo e chorando, sentindo dor, fome, frio durante inúmeros campos, atividades, sonhando com a tão chegada formatura? 

Essas dores, angústia, sofrimento e muitas alegrias os tornam irmãos de farda. Imaginam ao menos o quanto cada família sonhou com isso, ver a formatura de seus filhos? 

Então, para conhecimento de todos, alguns ficaram pelo meio do caminho, porque não conseguiram, desistiram ou faleceram, o que nos comove muito também, as mães como cada Cadetes tem entre si, um certo carinho, respeito e consideração com todos que lá estão, os tratam como se filhos seus fossem. 

Sabem quantas noites de sono várias mães perderam se preocupando com seus filhos nestas atividades, orando todas juntas? 

Não, não saberiam, nem imaginam seus sentimentos, o prazer de cada uma em sorrir e chorar juntas por cada desistência ou perda de um deles, cada encontro com os seus. 

O que será que sentem as mães quando vão receber seus filhos das atividades, que ficam fora por dias, sem dar notícias? A alegria que cada uma tem em descobrir maneiras de entregar os lanches para o retorno da Siesp e, não os encontram em forma? 

Não devem se quer saber da angústia de uma delas, lamentável, porque se soubessem não divulgariam da maneira vil. 

Não passou pela cabeça dos autores da notícia que os Cadetes e Militares noticiados pudessem sofrer um certo constrangimento, receio de agressão ou ato discriminatório perante a sociedade? 

Não sabemos do comportamento alheio, os olhares poderiam ou podem até ser com estranheza, pavor para eles. Vejam atualmente vivemos em uma sociedade hostil, impaciente, agressiva. 

Por isso caros Senhores (as), tenham um pouco mais de compostura e respeito alheio, ainda mais com esta categoria profissional, pois passaram e passam por momentos que só eles sabem, não é fácil formar um deles, foram alegrias e tristezas divididas alguns anos entre eles, irmãos de farda. 

Esta reportagem, noticiário ou melhor dizendo publicação vergonhosa, causam mal-estar em qualquer ser humano, gente de bem, como podemos ler uma comparação ridícula desta? 

Insta salientar que, a doença é uma crise Mundial, PANDÊMICA, não veio com eles, o mundo precisa de compreensão, amor, informação, esta desde que não seja para causar pânico. 

Lamentavelmente a postura deste serviço não nos agradou, dissemina pavor ao invés de clamar pela tranquilidade social perante a crise mundial vivida, a doença aumenta a cada dia no mundo e mata, é notório, mas lembremos que a H1N1, dengue assim como outras doenças também levam ao óbito 

É de grande valia sabermos das notícias e publicá-las de forma coerente, tendo em vista que providências na AMAN foram tomadas, houve higienização, assim como vacinação. 

Lamentavelmente a postura deste serviço não nos agradou, dissemina pavor ao invés de clamar pela tranquilidade social perante a crise mundial vivida. 

Por acaso buscaram informações quanto ao dito? Não somos advogadas da AMAN, somos mães inconformadas com a matéria veicula por este canal, que fique claro. 

Retornando ao título da matéria atribuída como PORTEIRA ao invés de PORTÃO MONUMENTAL “AMAN”, este é o início de tudo, entrada dos Alunos vindo da EsPCEx e saída dos Aspirantes no final do curso. Uma passagem emocionante para cada um deles. 

Respeito é tudo na vida, na atual crise, devemos ter mais amor no coração, que possamos passar por este momento unidos. 

Não, não podemos crer, nessa forma inapropriada, estrambótica postada, seria para denegrir a imagem da AMAN? 

Os Srs (as) quando chegam em suas residências, adentram pela porteira??? Gostaríamos de saber para entender, pois nós entramos pelos portões ou porta. 

Vale ressaltar, em tempo, que, os nossos militares foram formados por Escolas: EsPCEx, ESA, Eslog’s, EsFCEx e IME, todos passaram pelos PORTÕES de cada instituição ao ingressarem e saírem, com sentimento puro de alegria se tornando praças ou oficias do Exército Brasileiro. 

Seria injusto em não reconhecer que, o Exército sempre fez, faz e fará pela sua Nação, senão vejamos: Estão lá apoiando em missões internas e externas onde apoiam a ONU em vários países, no Brasil age abrindo e construindo estradas, criando pontes, cuidando das fronteiras, guerreando e por daí em diante. 

Qualquer acontecimento, chamam o Exército, por ser uma instituição valorada e respeitada, nossos guerreiros deram e dão suas vidas em prol da nossa Pátria, falamos em nome de todos, incluindo os reservistas, os reformados e os falecidos, onde muitas vezes não participam do nascimento de seus filhos, por estarem em Missão. 

Eles merecem o nosso repleto respeito, deveriam receber no mínimo desta imprensa ou blog, “que perde o nosso respeito” um pedido de desculpas, pela forma vexatória de sua publicação, com certo ar de incitar à discriminação, seria possível tal ato? 

Notícia esta vil, não deveria mesmo prosperar, mas do que certo se fez em mudar o título, embora a página, em seu endereco eletronico apresenta o titulo que surtiu o inconformismo das mães, a mudança foi feita após várias mensagens de repúdio, será que só os familiares se sentiram nesta situação de espanto? 

Esperamos não ter o desprazer de receber esses tipos de notícia, e que tão logo observem a inexatidão de um fato em suas postagens vocês tenham a hombridade de se desculpar, não esperando mensagens de retaliação para alterarem suas notícias, seus títulos, apaguem sem precisar retorno negativo. 

Desta feita, manifestamos apoio e solidariedades aos Cadetes, bem como aos Militares registrando nossos repúdios por diversas vezes, pois saibam que o Portão Monumental não é uma Porteira. 

O endereço eletrônico e o novo Título da matéria para: “Muitos jovens dispensados da Aman acabaram trazendo o vírus para a região. Será mesmo?


LINGUAGEM NÃO VERBAL - O que representam estas imagens?



Nota assinada pelas mães de Cadetes da AMAN.

5 Responses so far.

  1. Parabéns! Quem sabe assim algumas pessoas entendam melhor o significado dos portões da Aman. Como mãe de cadete me sinto orgulhosa e lembro da alegria e honra de poder adentrar por esse portão tantas vezes!!!!!! Me sinto bem representada!!!!

  2. Pobrezinhos... eles em uma situação assim têm mais é que sair de lá para serem cuidados pelos familiares,meu filho adoeceu nessa Instituição Militar,passou por 12 médicos só dando remédios errados,se eu não tivesse ido lá buscá-lo para tratar aqui no Sul não sei o que teria acontecido.Só quem ficou 19 dias" internada " junto com ele no HGE do RJ,como eu fiquei,vi e vivenciei tudo sabe como as coisas funcionam.

  3. Unknown says:

    Este blog Nova Pauta deveria filtrar mais suas publicações, a muito acontece isto.Benhur Silva, Florianópolis.

  4. Meu apoio total ás maes de cadete.Sei exatamente o q vcs sentiram.Ha 15 anos tbem passei por essa experiência. E olha que fui mãe de CLAVICULÁRIO.Claviculário é o aluno mais novo da Aman aquele que abre os portões.

    Sim meu gurizinho tinha menos de 15 anos qdo foi fazer 3* ano da Expecex e foi ele uma criança ainda que abriu a tal PORTEIRA a que se referem debochadamento.
    Não sei como está os pricedimentos da Aman hj .Ate penso que deveria ter liberado antes essa gurizada pra se protegerem junto aos seus familiares.Mas o que sei é que é preciso respeito sim.

  5. De péssima ética, ou melhor, nenhuma ética do jornal, ao comparar rapazes com animais saindo por uma porteira. Pelo simples fato de serem cadetes do Exército. Suas cidades não vão conter um vírus, levado por quem quer que seja. Falar assim de meninos batalhadores só pode ser recalque.

Leitores no Site

O Blog no Facebook

Blog Rafael Nemitz no Youtube

Whats da Vigilância (Coronavírus)

Whats da Vigilância (Coronavírus)

CoronaWhats em Santiago!

CoronaWhats em Santiago!

Farmácia Básica por WhatsApp

Farmácia Básica por WhatsApp

Atendimentos de Saúde!

Atendimentos de Saúde!

Seguir por email

Vereador Eleito - Gestão 2017-2020

Vereador Eleito - Gestão 2017-2020

Rafael Nemitz Eventos

Rafael Nemitz Eventos

Kayo e Jana Fotografia

Advocacia de Qualidade!

Advocacia de Qualidade!

Basic Store em novo endereço!

Basic Store em novo endereço!

Churrascaria Prodócimo

Churrascaria Prodócimo

Culinária Japonesa em Santiago

Culinária Japonesa em Santiago
Cardápio disponível ao CLICAR NO ANÚNCIO!

Imembuí Microfinanças

Psicologia nas Redes Sociais

Psicologia nas Redes Sociais
Acompanhe Caroline Antolini no Face e Instagram

Novidade Médica em Santiago

Novidade Médica em Santiago

Life Clínica Médica e Estética em Santiago!

Life Clínica Médica e Estética em Santiago!

Vida Sonora em novo endereço!

Vida Sonora em novo endereço!

Cebola e Salsa. Prove!

Cebola e Salsa. Prove!

Xeque Mate Monitoramento e Segurança

Xeque Mate Monitoramento e Segurança

Guindastes Campanher

Guindastes Campanher

Farmácia Agafarma em Santiago!

Farmácia Agafarma em Santiago!

Sorrifácil Santiago

Madalosso Gás e Água

Fasp Art Alimentos, Buffet e Decoração

Fasp Art Alimentos, Buffet e Decoração

Previne Cursos e Treinamentos

Previne Cursos e Treinamentos

Escológica Educação Infantil

Escológica Educação Infantil

Mais Lidos da semana

Mais lidas nos últimos 30 dias