Covid: Antecipada a vacinação de policiais e bombeiros Postado terça-feira, 30 de março de 2021 ás 22:34

Profissionais envolvidos diretamente no combate à pandemia deverão ser imunizados assim que a pasta da Saúde entregar o próximo lote aos estados.

O Ministério da Saúde concordou nesta terça-feira, 30, com um pedido do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) para antecipar a vacinação de policiais e bombeiros que estão diretamente envolvidos no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Uma reunião durante a tarde selou o novo entendimento da pasta, que deverá emitir uma nota técnica sobre o assunto na quarta, 31. 

Segundo as novas regras, os grupos prioritários passam a contar com os profissionais das forças de segurança e de salvamento que realizam o transporte de pacientes com Covid-19, que fazem o apoio às ações de vacinação e que atuam na vigilância e no monitoramento das medidas de distanciamento social. Também serão beneficiados aqueles que prestam serviços de atendimento de urgência a traumas e acidentes e que ainda não foram imunizados. 

As doses para esses profissionais serão distribuídas desde que não haja prejuízo para a vacinação de grupos de maior risco, como idosos e pessoas com comorbidades. Os estados destinarão um percentual para policiais e bombeiros a partir da quinta-feira, 1º, quando está prevista a entrega de novos lotes dos fármacos pelo Ministério da Saúde. Este percentual ainda será definido pela pasta. 

A ação ocorre num momento em que o Ministério da Saúde se encontra sob pressão de representantes das forças de segurança, um importante grupo para a base eleitoral do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Sem que houvesse coordenação nacional, governadores iniciaram a vacinação desses profissionais por conta própria em seus estados. Um dos gestores que tentou se beneficiar politicamente da ação foi João Doria (PSDB-SP), arquirrival de Bolsonaro. O anúncio da administração paulista também incomodou outros governadores, que disseram não terem sido avisados sobre a instituição da medida. 

Diante de uma série de ofícios enviados pelos estados ao Ministério da Saúde, - um deles do Deputado Federal Ubiratan Sanderson - a Advocacia-Geral da União (AGU) provocou o Supremo Tribunal Federal (STF) a se manifestar sobre o tema. Na terça-feira, 29, o ministro Ricardo Lewandowski determinou que uma solução para o impasse caberia exclusivamente ao Ministério da Saúde. A mudança de entendimento, portanto, ocorre no dia seguinte à decisão da Corte.

Fonte: Revista Veja.

Leitores no Site

Seguir por email

Siga o Blog no Facebook!

SUPERA Santiago

Guia Santiago!

CLIQUE AQUI e pague o IPTU 2021!

A Top Car agora é PAMPEIRO!

A Top Car agora é PAMPEIRO!

Curso Hábilis 100% Virtual

Curso Hábilis 100% Virtual

Damian Center Lar

Florybal Santiago

Florybal Santiago

Alfa Dog Center

Alfa Dog Center

Psicólogo Vilson Salbego

Psicólogo Vilson Salbego

Kayo e Jana Fotografia

Advocacia de Qualidade!

Advocacia de Qualidade!

Ucha Leilões!

Sorrifácil Santiago

CDA Auto Peças e Auto Center

CDA Auto Peças e Auto Center

Tecnologia a disposição da Agricultura

Tecnologia a disposição da Agricultura

Churrascaria Prodócimo

Churrascaria Prodócimo

Culinária Japonesa em Santiago

Culinária Japonesa em Santiago
Cardápio disponível ao CLICAR NO ANÚNCIO!

Imembuí Microfinanças

Odontocompany Santiago

Novidade Médica em Santiago

Novidade Médica em Santiago

Clínica Life!

Clínica Life!

Vida Sonora em novo endereço!

Vida Sonora em novo endereço!

Xeque Mate Monitoramento e Segurança

Xeque Mate Monitoramento e Segurança

Madalosso Gás e Água

Fasp Art Alimentos, Buffet e Decoração

Fasp Art Alimentos, Buffet e Decoração

Previne Cursos e Treinamentos

Previne Cursos e Treinamentos

Escológica Educação Infantil

Escológica Educação Infantil

Mais Lidos da semana

Mais lidas nos últimos 30 dias