Covid: Sábado é o Dia C para vacinar crianças no RS Postado quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022 ás 20:52


O governador Eduardo Leite realizou, nesta quinta-feira (17/2), uma transmissão ao vivo para tratar sobre a vacinação infantil contra a Covid-19 e o Dia C, marcado para sábado (19/2) em todo o Rio Grande do Sul. A principal mensagem foi em relação à mobilização pelo reforço das ações por parte dos municípios na data, além de se enfatizar o recado aos pais e responsáveis para que levem as crianças às unidades de saúde que estarão extraordinariamente abertas nesse dia.

“O processo de vacinação é uma ação individual, mas com efeito coletivo. Além de diminuir a chance de agravamento, a imunização deixa a carga viral mais baixa, diminuindo a possibilidade de transmissão. Estamos vendo o aumento de ocupação de leitos hospitalares e de UTIs por crianças aqui no Estado e, ao mesmo tempo, baixa adesão de vacinação. Não é normal e não podemos aceitar que crianças sejam acometidas por uma doença que leva a óbito”, enfatizou o governador aos responsáveis por crianças e aos gestores para que a vacinação infantil seja estimulada no Dia C.

Leite também reforçou que as vacinas destinadas ao público infantil são seguras. “O mundo inteiro se mobilizou, com muito estudo e muita pesquisa, para desenvolver essas vacinas. O imunizante foi testado e aprovado”, afirmou.


Até o momento, o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações registra 259 mil crianças de cinco a 11 anos vacinadas no Estado, o que representa cerca de 27% da população estimada dessa idade (964 mil crianças). Há nos municípios doses suficientes para avançar na cobertura, pois mais de 875 mil foram distribuídas até agora.

A secretária adjunta da Saúde, Ana Costa, participou do evento e ressaltou a segurança da vacina. Ela também frisou a importância de se criar estratégias que envolvam e tranquilizem os pais ou responsáveis. “É importante os municípios terem ações como a vacinação extramuros [fora dos postos de saúde], alinhamento com escolas e outras alternativas para alavancarmos a campanha no Estado”, comentou.

Na oportunidade, foram apresentadas pela Secretaria da Saúde algumas estratégias recomendadas para vacinação de crianças:

- Realização de busca ativa;
- Atualização dos registros de doses aplicadas no sistema de informação;
- Vacinação extramuros (Informe Técnico nº 7/2021/CEVS/SES/RS);
- Sensibilização e orientação das famílias pelo agente comunitário de saúde (ACS);
- Utilização dos meios de comunicação locais para divulgação da disponibilidade da vacina e da importância da vacinação;
- Ampliação do horário de atendimento e em horários alternativos para a realização da vacinação, como no turno da noite e nos finais de semana, se possível.

Por que vacinar as crianças?

A Secretaria da Saúde alerta que, apesar de menor incidência, as crianças correm risco de apresentar casos graves e óbitos por Covid-19, além de ficarem suscetíveis a sequelas. Para exemplificar esses perigos, a chefe da Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Tani Ranieri, apresentou alguns tópicos sobre a vulnerabilidade da população infantil e o potencial impacto na população em geral.

- O percentual de casos de Covid-19 em crianças, em comparação ao total da população, é hoje três vezes maior do que no início da pandemia. Enquanto em março de 2020 os registros em crianças representavam menos de 2% dos casos, em fevereiro deste ano está em mais de 6%, configurando uma tendência de aumento.

- Comparando o maior pico da Covid-19 anterior ao atual, em março de 2021, a incidência na faixa etária dos cinco aos nove anos é quatro vezes maior. Considerando todas as faixas etárias, o atual cenário superou em quase 70% o pico do ano passado.

- As faixas etárias de zero a 11 anos e de 12 a 19 anos passaram a representar uma proporção maior das hospitalizações em 2022 em comparação com anos anteriores. Enquanto no acumulado da pandemia essas idades significavam 0,6% das hospitalizações por causa da Covid-19, neste ano essa proporção passou para 6%.

- Foram registradas 235 internações por Covid-19 de crianças de cinco aos 11 anos no Estado, das quais nove evoluíram para óbito.

Com informações do site do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e fotos de Gustavo Mansur, do Palácio Paratini.

Siga o Blog no Facebook!

A melhor sonorização de Santiago e região!

A melhor sonorização de Santiago e região!
Fone/Whats (55) 9.9664-4188

Advocacia de Qualidade!

Advocacia de Qualidade!

Frango do Potchê Santiago!

Frango do Potchê Santiago!
Peça No Delivery In Box ou WhatsApp (55) 9689-8228

Florybal Santiago

Florybal Santiago

Restaurante Cantina Damian!

Damian Center Lar

Compre no Damian sem sair de casa!

Arroz Saboroso é mais sabor na sua mesa!

Arroz Saboroso é mais sabor na sua mesa!

Chilli Beans no Calçadão de Santiago!

Ucha Leilões!

Prioridade 10: Tito Beccon (Centro de Santiago)

Filtro de ar Esterilix!

Filtro de ar Esterilix!

Sorrifácil Santiago

Registre Sua Marca!

BEAGÁ Aulas Particulares!

Alfa Dog Center

Alfa Dog Center

Saborosa novidade em Santiago!

Saborosa novidade em Santiago!

A Top Car agora é PAMPEIRO!

Zequinha Galetos, Costela e Maionese

Zequinha Galetos, Costela e Maionese

3e Gestão de Pessoas

Churrascaria Prodócimo

Churrascaria Prodócimo

Culinária Japonesa em Santiago

Culinária Japonesa em Santiago
Cardápio disponível ao CLICAR NO ANÚNCIO!

Novidade Médica em Santiago

Novidade Médica em Santiago

Clínica Life!

Clínica Life!

Xeque Mate Monitoramento e Segurança

Xeque Mate Monitoramento e Segurança

Previne Cursos e Treinamentos

Previne Cursos e Treinamentos

Imembuí Microfinanças

Guia Santiago!

Mais Lidos da semana

Mais lidas nos últimos 30 dias